Trends

Racebird

A lancha que irá inaugurar a E1

O criador das competições de carros elétricos Fórmula E e Extreme E, Alejandro Agag, anunciou, no prestigiado Yacht Club do Mónaco, o Racebird, o primeiro barco elétrico voltado para a corrida de lanchas. O projeto, desenvolvido com o engenheiro Rodi Basso, irá inaugurar o primeiro circuito da categoria de corrida marítima eletromóvel, a E1.
Construída pelas empresas de tecnologia marítima Seabird e Victory Marine, a lancha terá motores Mercury Racing e foi projetada para "voar” na água, a uma velocidade impressionante de 50 nós (aproximadamente 93 quilómetros hora). O Racebird terá uma bateria Kreisel de 35 W e apresentará potência máxima de 150 kW.
Sem obstáculos físicos, a competição para a qual foi criado – prevista começar em 2023 – será mapeada apenas por triangulação em GPS. Para percorrer o percurso, o Racebird vai rasgar as ondas usando cartografia digital e navegação com software de posicionamento da Navico. Os barcos terão pilotagem única, com cabine fechada e aerodinâmica longilínea, para facilitar a preservação de velocidade.
A primeira corrida do Racebird deve acontecer na costa do Mónaco. Neste momento, os engenheiros trabalham na integração dos sistemas de bateria e controlo da plataforma, que será seguida pela arquitetura de propulsão. Uma etapa que levará alguns meses, até que o protótipo da lancha entre em fase de testes, no início deste ano. As autoridades locais estão a ajudar no traçado do percurso, para que a corrida tenha o menor impacto ambiental possível.
http://www.e1series.com
T. Filomena Abreu
F. Direitos Reservados
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi